It is the cache of http://bjr.sbpjor.org.br/bjr/article/view/376. It is a snapshot of the page. The current page could have changed in the meantime.
Tip: To quickly find your search term on this page, press Ctrl+F or ⌘-F (Mac) and use the find bar.

O ENUNCIADO JORNALÍSTICO NO TWITTER | Teixeira | Brazilian Journalism Research

O ENUNCIADO JORNALÍSTICO NO TWITTER

Mabel Oliveira Teixeira

Resumo


O artigo discorre sobre o impacto das características da plataforma Twitter para a aplicação da técnica jornalística padrão (TRAQUINA, 2008) durante a constituição e produção das notícias veiculadas como tweets; e, ao mesmo tempo, busca apontar suas especificidades em relação ao enunciado jornalístico tradicional. A partir da análise de 134 tweets, coletados dos perfis do jornal Folha de S. Paulo, Zero Hora e Diário Popular, obtivemos indícios que nos levaram a confirmar nosso pressuposto central, ou seja, que o padrão hierárquico e objetivo que orienta a constituição da notícia padrão e, portanto, da própria linguagem que caracteriza o jornalismo tradicional, começa a ceder espaço a modelos mais horizontalizados e interativos que remodelam a técnica padrão (baseada no modelo da Pirâmide Invertida) e, consequentemente, modificam o enunciado jornalístico – interferindo em seus efeitos discursivos (GOMES, 2000).


Palavras-chave


Linguagem jornalística; enunciado jornalístico; tweets jornalísticos; twitter.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.