It is the cache of http://dx.doi.org/10.5216/ree.v15i1.14564. It is a snapshot of the page. The current page could have changed in the meantime.
Tip: To quickly find your search term on this page, press Ctrl+F or ⌘-F (Mac) and use the find bar.

Características sociodemográficas e clínicas das internações psiquiátricas de mulheres com depressão | Machado | Revista Eletrônica de Enfermagem

Características sociodemográficas e clínicas das internações psiquiátricas de mulheres com depressão

Richardson Miranda Machado, Sabrina Aparecida Batista Maia de Oliveira, Vanessa Guimarães Delgado

Resumo


RESUMO

Estudo retrospectivo e exploratório, realizado com objetivos de identificar e analisar características sociodemográficas e clínicas de internações psiquiátricas de mulheres acometidas por depressão. O estudo foi realizado a partir do Sistema de Internações Hospitalares de um serviço especializado. A amostra foi constituída por 24.161 pacientes admitidos; 1.160 tiveram diagnóstico de depressão (4,8%), com predominância do sexo feminino (761-65,6%), faixa etária de 41 a 50 anos (194-25,4%), procedentes para internação de diferentes serviços de saúde (273-35,8%), com tempo de internação de 60 dias (311-40,8%), altas médicas (687-90,2%), uma internação hospitalar (661-86,8%) e internações pagas pelo Sistema Único de Saúde (633-83,2%). Os aspectos biológicos (hormonais), culturais (papel da mulher na sociedade), automedicação, diagnóstico tardio e coocorrência com outras doenças foram os principais fatores relacionados ao acometimento por depressão pelas mulheres e internação. Tais aspectos devem direcionar uma melhor abordagem do cuidado e promoção da saúde mental.

Descritores: Depressão; Hospitalização; Saúde da Mulher; Enfermagem Psiquiátrica.

Palavras-chave


Depressão; Hospitalização; Saúde da Mulher; Enfermagem Psiquiátrica

Texto completo: PDF


Licença Creative Commons A Revista Eletrônica de Enfermagem foi licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Unported.

Logotipo do Ibict