It is the cache of http://www.cnpf.embrapa.br/pfb/index.php/pfb/article/view/14. It is a snapshot of the page. The current page could have changed in the meantime.
Tip: To quickly find your search term on this page, press Ctrl+F or ⌘-F (Mac) and use the find bar.

Estabelecimento in vitro de Ocotea odorifera, O. catharinensis e O. porosa | Moritz | Pesquisa Florestal Brasileira

Estabelecimento in vitro de Ocotea odorifera, O. catharinensis e O. porosa

Aline Moritz, Juliana Degenhardt, Leonardo Ferreira Dutra, Fabrício Augusto Hansel, Bruno Henrique de Lima, Cristina do Rosário Batista Franceschi, Luziane Franciscon

Resumo


Várias espécies da família Lauraceae encontram-se em risco de extinção, devido ao alto valor comercial de suas madeiras e a consequente exploração das reservas naturais. Dentre elas, Ocotea porosa (imbuia), O. odorifera (canela-sassafras) e O. catharinensis (canela-preta) são de grande importância no Sul do Brasil, de onde são originárias. Estas espécies apresentam sementes recalcitrantes, o que dificulta sua regeneração natural. Alem disso, a propagação por meio de estaquia e enxertia apresenta limitações. Este trabalho teve por objetivo avaliar a germinação e multiplicação in vitro das canelas preta e sassafrás na presença de BAP e carvão ativado e a germinação e multiplicação in vitro de imbuia sob diferentes concentrações de sacarose no meio de cultura. Para as canelas preta e sassafrás foram avaliadas duas concentrações de NaClO na desinfestação de embriões (0,1 % e 0,5 %). Na fase de multiplicação, foi avaliado o efeito de BAP e carvão ativado. Para a imbuia, foi avaliada a influência da concentração de sacarose (30, 60, 90 ou 120 g.L-1) na introdução e multiplicação in vitro. A porcentagem de germinação foi superior a 85 % para as três espécies. Para a canela sassafrás, as melhores taxas de multiplicação foram obtidas na presença de 5 μmol.L-1 de BAP. Para a imbuia, a concentração de 60 g.L-1 de sacarose no meio proporcionou as maiores taxas de multiplicação. Apesar de o estabelecimento da canela preta ter sido satisfatório, após algumas semanas no meio de multiplicação os explantes não apresentavam aparência normal e oxidaram.

 

Doi: 10.4336/2009.pfb.59.37


Palavras-chave


BAP; carvão ativado; sacarose; conservação

Texto completo:

PDF


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

INDEXADORES:
Agricola/Nal, AGRIS, Agrobase, Agroforestry Abstracts, BDPA, CAB, CRIS, DOAJ, e.journals, Forestry Abstracts, Google Acadêmico e Latindex.

Pesquisa Florestal Brasileira
Brazilian Journal of Forestry Research