It is the cache of http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faenfi/article/view/6247. It is a snapshot of the page. The current page could have changed in the meantime.
Tip: To quickly find your search term on this page, press Ctrl+F or ⌘-F (Mac) and use the find bar.

Aplicação do índice de intervenção terapêutica em unidade de terapia intensiva pediátrica | Canabarro | Ciência & Saúde

Aplicação do índice de intervenção terapêutica em unidade de terapia intensiva pediátrica

Simone Travi Canabarro, Mariana Parode Bandeira, Kelly Dayane Stochero Velozo, Olga Rosária Eidt, Jefferson Pedro Piva, Pedro Celiny Ramos Garcia

Resumo


Introdução: Índices de gravidade buscam estimar a severidade da doença, sendo o Therapeutic Intenvention Scoring System-28 (Sistema de Escore de Intervenção Terapêutica - TISS-28), usado em Unidades de Terapia Intensiva, um índice indireto para estimar intervalos de gravidade da doença que mais recentemente tem sido usado para relacionar a carga de trabalho de enfermagem.
Objetivo: Revisar cada item/definição operacional do índice de intervenção terapêutica (TISS- 28) procedendo-se uma releitura com o objetivo de sistematizar a prática da coleta de dados em Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTIP).
Materiais e Métodos: Pesquisa de revisão integrativa de literatura médica e de enfermagem por meio da base de dados Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE) e Scientific Electronic Library Online (SciELO) usando os termos Unidades de terapia intensiva (Intensive care units), Escalas (scales) e Therapeutic Intervention Scoring System-28 ou TISS-28. Os artigos foram selecionados de acordo com sua relevância, segundo a opinião dos autores.
Resultados: Estudos prévios demonstram que o uso do TISS-28 em UTI de pacientes adultos têm contribuído na avaliação evolutiva clínica da piora do paciente, além de associações entre óbito e pontuações elevadas. Os itens/definições operacionais avaliados neste escore são revisados visando facilitar a interpretação de cada item na aplicação diária do TISS-28, em Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica.
Conclusão: A avaliação diária das 28 variáveis do TISS permite a obtenção de um perfil evolutivo das crianças internadas, podendo auxiliar no conhecimento do agravamento clínico do quadro da criança internada e de seu prognóstico.

Palavras-chave


unidade de terapia intensiva; pediatria; enfermagem

Texto completo:

PDF


Copyright: © 2014 EDIPUCRS

ISSN: 1983-652X


Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.