It is the cache of http://www.financasaplicadas.net/ojs/index.php/financasaplicadas/article/view/2. It is a snapshot of the page. The current page could have changed in the meantime.
Tip: To quickly find your search term on this page, press Ctrl+F or ⌘-F (Mac) and use the find bar.

O Uso de Contratos Futuros para Proteção de Ativo e Passivo Circulantes contra a Flutuação na Taxa de Juros de Curto Prazo | Garran | Revista de Finanças Aplicadas

O Uso de Contratos Futuros para Proteção de Ativo e Passivo Circulantes contra a Flutuação na Taxa de Juros de Curto Prazo

Felipe Garran, Almir Ferreira de Sousa, Carlos de Mori Luporini

Resumo


O presente artigo tem como objetivo apresentar um modelo de proteção de ativos e passivos cir-culantes a variações nas taxas de juros de curto prazo. Para tanto, foi utilizada uma carteira de contratos futuros de taxas de juros que permite a formação de carteiras de ativos e passivos com dois parâmetros iguais: o valor presente e o prazo médio (duration) das carteiras. A formação des-sas carteiras parte do fundamento que um conjunto de ativos ou passivos pode ser representado por um único título sintético e ainda, que os ativos e passivos circulantes de uma organização não-financeira podem ser entendidos como títulos com maturidade igual ao prazo médio dessas contas de ativos ou passivos. Foi apresentado um exemplo numérico que mostra a imunização proporcio-nada pelo modelo. Na formulação do modelo considerou-se uma estrutura a termo de taxas de juros constante (flat) com deslocamento paralelo no instante seguinte.

Palavras-chave: renda fixa, derivativos, futuros, duration, imunização


Referências


Bartram, S. (2002). The Interest Exposure of Non-Financial Corporations. European Finance Review , 6, 101-125.

Fabozzi, F. J. (2000). Mercados, Análise e Estratégias de Bônus. Rio de Janeiro: Qualitymark Editora Ltda.

Hoji, M. (2001). Administração Financeira: Uma Abordagem Prática. São Paulo: Editora Atlas.

Paula, R. F. (1999). Gerenciamento do Risco de Taxa de Juro em Fundos de Pensão – Redesenhando Estratégia de Imunização com o Uso de Derivativos. Acesso em 15 de 3 de 2007, disponível em Resenha BM&F: www.bmf.com.br

Saunders, A. (2000). Administração de Instituições Financeiras. São Paulo: Editora Atlas.

Suen, A., Kimura, H., & Nonaka, P. (1997). A Utilização do Modelo da Duration na Administração do Risco de Taxas de Juros em Carteiras de Renda Fixa em Bancos Brasileiros. . Caderno de Pesquisas em Administração–PPGA FEA-USP , 2° semestre

Varga, G. (1997). Duração, Convexidade e Imunização. Acesso em 15 de mar de 2007, disponível em Resenha BM&F: www.bmf.com.br


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Contador Estatístico



_______________

Revista de Finanças Aplicadas

ISSN: 2176-8854

DOI Logotipo Gale Cengage Learning DOAJ

Logotipo do Latindex

Logotipo SumáriosLIVRELogotipo Gale Cengage LearningLogotipo Sumários